top of page
Weston_Logo_PNG-7.png

Novas publicações toda Segunda as 18:00hs Roqueiro | Mofado

OS MELHORES DISCOS DE GLAM METAL DE BANDAS DAS ANTIGAS

Assim como já escrevi diversas vezes sobre o “Metal Farofa”, afirmando sempre minha devoção ao movimento surgido nos anos 80, resolvi fazer uma lista dos melhores discos de Glam Metal lançados por bandas antigas que aderiram ao gênero por vocação, oportunismo dos empresários ou qualquer outro motivo. Afinal, o mercado americano tão ambicionado por todas as bandas do planeta, consumia na época tudo que se relacionasse ao gênero. Vamos a lista. Em cada disco, se possível vou postar um vídeo oficial do período em que foi lançado para conferir a devida datação e entrar no clima. Tem muita banda hoje que cospe no prato que comeu ante o excesso de paetês, lantejoulas e laquê de fazer inveja a Liberace e Clóvis Bornay.



1 – Hysteria  – Def Leppard (1987) – Banda considerada à época do seu debut, ícone do NWBOHM (New Wave British oh Heavy Metal), sucumbiu aos encantos do Glam e fez um disco primoroso e recheado de hits açucarados na medida certa como Pour Some Sugar on Me, Hysteria (minha preferida), Animal, Women e Love Bites, esta última com direito a uma versão brasileira da banda Yahoo – “Mordida de Amor”, com Robertinho do Recife na guitarra, e integrante da trilha sonora da novela Bebê a Bordo, tendo feito bastante sucesso, também. Disco que elevou a banda para o patamar de arena, apesar de já terem dado sinais do caminho que iriam trilhar no álbum anterior – Pyromania.



 


2 – Animalize – Kiss (1984) – A dupla de mecenas Paul Stanley e Gene Simmons não deixaria a oportunidade de ganhar grana com o Glam e se atiraram de cabeça com esse primoroso disco que traz várias canções de qualidade como Heaven’s on Fire, Thrills in the Night e Lonely is the Hunter, seguindo o sucesso do seu antecessor Lick it Up e novamente as máscaras foram deixadas de lado. Bem menos apelativo do que seu próximo álbum Asylum, que sou fã também, mas se assistirmos algum vídeo oficial da época dói a vista de tanto colorido, principalmente rosa. Dá uma conferida em Tears are Falling para vocês entenderem o que estou dizendo.




 



3 – WHITESNAKE – Whitesnake (1987) – Uma das maiores bandas de hard rock de todos os tempos, teve seu momento de permanentes nos cachos e muita maquiagem, sobretudo neste disco. Aqui eles se renderam de vez ao glam e atingiram em cheio o objetivo de conquistar a America de vez. Músicas como Crying in The Rain, Here I Go Again (releitura), Still of the Night e a exageradamente tocada Is This Love, fizeram desse álbum um estrondoso sucesso. A partir desse disco, Coverdale passaria a mudar mais a banda do que ninguém, mas foi aqui que ele tornou-a um quinteto, tendo mandado embora o talentosíssimo guitarrista Jonh Sykes (trazendo para seu lugar Adrian Vandenberg), Neil Murray (Rudy Sarzo ex-Quiet Riot), Aynsley Bunbar (Tommy Aldridge ex-Ozzy) e ainda chama o ex-Dio Vivian Campbell para ser o segundo guitarrista. Pense num cara que gosta de mudar a banda. Pensou? Coverdale gosta mais...




 



4 – Turbo – Judas Priest (1986) – Quem vê o Deus do Metal hoje vestindo trajes ultra metal, não imaginaria vê-lo à época com cabelos longos e laqueados, afinal ostenta hoje uma lustrosa e respeitável careca. Certamente tomaria um susto, mas o mercado exigia e os empresários davam aquele banho de loja para tornar o visual mais condizente com a onda glam, e para mim no que se refere ao som acho que ficou bem legal e podemos sentir a introdução das guitarras sintetizadas a exemplo do que foi feito com o Iron em Somewere in Time. Destaques para Turbo Lover e Locked in. Vale a pena escutar o som e se você não se importar com o visual dá até para se divertir vendo os clipes e shows da época.  





 



5 – Trash – Alice Cooper (1989) – Rei do Shock Rock lança esse disco sublime de glam, trazendo certa consistência ao movimento, afinal Tia Alice não é qualquer coisa e foi um tiro no alvo esse estupendo álbum, com destaques para o espetacular hit Poison, mas merece menções: "Bed of Nails", "Only My Heart Talkin'" e "House of Fire", todas com direito a excelentes clipes. Trouxeram para compor algumas músicas e produzir o disco nada mais nada menos que Desmond Child, produtor de bandas como Kiss, Bon Jovi, Scorpions, Aerosmith e outras. Diversão garantida nesse disco.

Faço um pausa aqui para que o texto não fique tão longo,mas garanto voltar com Ozzy, Accept, Scorpions e outros.





GODOY GLAM

78 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Mar 18
Rated 5 out of 5 stars.

Talvez alguns destes álbuns não estariam entre os meus top 10, mas como disse nos comentários da parte 2, foram bons tempos que não voltam mais.

Like
Post: Blog2_Post
bottom of page